Canal Içara

Canal Içara

19 de junho de 2019 - 17:58
Política » Eleições 2016
Motivações para ser vice-prefeito
28/09/2016 às 09:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
Governar uma cidade depende de alianças, entre elas, do prefeito e vice. É uma escolha que o eleitor deve levar em consideração na hora do voto no dia 2 de outubro, afinal, trata-se do sucessor ao Poder Executivo. A legislação permite que, após eleito, o vice-prefeito também integre o Governo do Município através de uma secretaria municipal. Mas, assim como o titular, não pode se ausentar mais do que 20 dias da cidade sem autorização da Câmara Municipal. Do contrário, está igualmente sujeito a perda do mandato.

“O que me motiva é o senso de justiça e o desejo de qualidade no serviço público. Içara adormeceu. Quero contribuir no cuidado com o ser humano. É uma questão de gestão”, resume o candidato a vice Sérgio Peruchi (PSB), de 47 anos. O cardiologista, natural de Turvo, reside há 30 anos em Içara. “Ele veio para a coligação sem amarras ou negociatas. Estamos livres para um governo novo e renovado comprometido com o Gestão Já! Não fatiamos cargos”, apresenta a titular Dalvania Cardoso (PP).

“Meus alunos são a inspiração. As pessoas devem acreditar na política. Por isso sai do anonimato. Sou a debutante desta eleição”, aponta, aos 41 anos, a candidata a vice Adriana Pacheco Fraga (PSOL). Formada em Educação Física, pós-graduada em Educação Física e Gestão Escolar, ela é natural de Porto Alegre (RS), mas reside em Içara desde os quatro anos. “Tenho me surpreendido pela participação e conhecimento. Queremos valorizar ao máximo o potencial dos servidores. Ela faz parte dessa proposta”, indica o prefeiturável Gilmar Axé (PSOL).

“Minha motivação é contribuir para o desenvolvimento da cidade participando ativamente do governo e podendo colocar em prática experiências observadas em outras cidades. Nossa relação é boa e vamos dar continuidade”, ressalta também, aos 41 anos, o administrador, especializado em Gestão Empresarial e mestrado em Administração, Sandro Giassi Serafin (PMDB). “Ele foi candidato em um momento de dificuldade. Foi um vice-prefeito parceiro. Eu teria dificuldade de explicar a saída dele”, pontua Murialdo Canto Gastaldon (PMDB).
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas