Canal Içara

Canal Içara

11 de dezembro de 2019 - 18:27
Política » Eleições 2012
“Não podemos mais passar por aventura”, diz Zanolli
27/07/2012 às 10:53 - atualizada às 15h37 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
José Zanolli estudou na Escola Isolada de Segunda Linha (hoje César Muneretto), no Grupo Escolar Antônio João e Colégio Cristo Rei, ambos em Içara . Tem formação acadêmica em Administração na Fasc. Na área política, concorre pela terceira vez a um cargo eletivo. Já foi vereador por um mandato, vice-prefeito e agora disputa a chefia do Executivo Municipal. Nascido em 28 de dezembro de 1965 em Içara, é filho de Arthur Zanolli e Santina Della Bruna. Casado com Ivonete Soares de Souza, possui dois filhos: Willians e Maria Luiza.

Conteúdo relacionado:
Especiais » Conferir mais notícias sobre as Eleições 2012


Além de vice-prefeito, José Zanolli ocupou também diferentes pastas no atual Governo Municipal. Foi presidente do Sistema Autônomo Municipal de Água e Esgoto, teve a Secretária da Indústria e Comércio, além de ter assumido também o Departamento Municipal de Trânsito. “Quero a responsabilidade de devolver ao içarense o orgulho, autoestima e implantar uma administração em que a cidade possa ser referência na região sul. Precisamos de desenvolvimento. Não podemos mais passar por aventura. A coligação tem experiência e vontade para fazer um bom trabalho”, completa.

“Obviamente somos oposição. Oposição não às pessoas ou a partidos políticos, mas ao modelo de gestão adotado. Estou e sempre estive muito presente nas comunidades e na vida dos içarenses e sei das necessidades, desejo e sonhos. O povo cansou de discursos e promessas, quer ação, eficácia e resultados.”, acrescenta na condição de candidato junto com o vice Júlio Cechinel (PP).


RINCÃO - Com a emancipação do Rincão, qual deverá ser a relação de Içara com o novo município?
A partir da emancipação Içara passa a viver um novo momento. Vamos ter que trabalhar as nossas próprias características. Sem sombra de dúvidas seremos parceiro deste novo município para que ambos tenham crescimento. Será uma relação de cordialidade. Somos coirmãos.

FESTIVIDADES - Entre os atrativos de Içara está a Festa de São Donato, IçaraFest e Festa do Agricultor. São suficientes? Que tipo de atividades você acha que falta no calendário da cidade?
Vamos ter duas Festas do Colono de nível regional durante os quatro anos. E queremos também realizar as olimpíadas rurais de forma anual. Seria uma festa para o agricultor também. E temos que ter ainda mais. Precisamos criar um parque de eventos onde hoje temos o horto florestal. São mais de 35 hectares que queremos ligar com a Avenida das Nações e realizar eventos regionais junto com as entidades da cidade. Precisamos tornar Içara referência na região. Criaremos um calendário anual também para promover, por exemplo, os descartáveis plásticos, implementos agrícolas, além de metalurgia.

SECRETARIADO - Além de prefeito e vice, uma coligação majoritária representa também um indicativo para a formação do secretariado. Quais os critérios a serem utilizados para esta composição?
Precisamos com que a parte técnica seja considerada. Se pudermos ter um equilíbrio entre o político e o técnico, faremos, sem sombra de dúvida. Até porque passamos por um momento em que temos que trabalhar o Plano Diretor e o crescimento da cidade. Para isso vamos também buscar parcerias com as universidades e entidades. Criaremos um conselho ainda com empresários voluntários. Queremos fazer com que as ações do nosso governo sejam mantidas.

GOVERNO - Educação, Saúde, Assistência Social, Agricultura e Comércio... Quais as secretarias que você considera necessária para a composição da Prefeitura Municipal?
Ainda precisaremos de uma avaliação técnica. Faremos isto após a eleição. Se houver necessidade de enxugar, faremos. Mas isto somente depois de uma radiografia do município. Isto será preciso inclusive por causa da emancipação do Rincão.

MINA 101 - Você é favorável ou contrário à atividade mineradora na cidade? Como acha que a Prefeitura deve tratar este assunto?
A minha posição pessoal as pessoas já sabem. Sou contra. Já a prefeitura tem que lidar com o assunto conforme as leis. Os órgãos de fiscalização precisam fazer a sua parte. Não vamos fazer política com isso.

IMPOSTOS - A carga tributária é apontada por empresários como entrave para o crescimento. No caso de empresas que se interessam pela cidade, a Prefeitura costuma dar inventivos. Mas este mesmo benefício não ocorre para micro e pequenas empresas. Qual a sua avaliação?
Há técnicos que estudam atualmente um plano de incentivos que ainda não está bem definido. O que discutimos até agora é a meta de ter 40 pequenas empresas e quatro grandes em quatro anos. Vamos ver agora como isto é possível de forma legal para ajudar, por exemplo, na construção de pavilhões. A minha opinião, pela nossa localização, é que vamos ter potencial tanto na indústria quanto prestação de serviços. Vamos investir ainda em cursos profissionalizantes e técnicos. Temos o IF-SC, a Unesc, Satc, Esucri, Unisul que podem ajudar em diferentes setores, qualificando a mão de obra.

ESTRUTURA - Içara depende ainda de uma série de prédios locados para a manutenção de serviços públicos. Não chegou a hora de a cidade construir uma estrutura própria, incluindo um novo Paço Municipal?
Temos como objetivo construir um novo centro administrativo. Hoje pagamos quase R$ 1 milhão em aluguéis por ano. Precisamos centralizar as secretarias. Isto vai agilizar ainda mais o serviço. Hoje para abrir uma empresa é preciso ir à Prefeitura, Secretaria de Planejamento, Fundai... Com esta obra, vamos reunir tudo. Em Palhoça, por exemplo, as empresas conseguem reunir a documentação em três dias. O corpo técnico também pode ser compartilhado.

GOVERNABILIDADE - O processo de cassação do atual Governo Municipal por diversas vezes foi apontado como empecilho para a administração da cidade. Você acredita que o próximo mandato será diferente no aspecto jurídico?
Sem sombra de dúvida, precisamos fazer com que a eleição de Içara seja proativa e dentro da lei. Içara não pode mais passar pela situação que ela tem vivido. Temos que resgatar a credibilidade e que o município possa ter todas as suas forças voltadas ao crescimento.

Infografia: Canal Içara

MOBILIDADE - Além da duplicação da SC-444, que outra obra você considera necessária para a mobilidade urbana de Içara?
Avenida dos Trilhos entre o Centro e a Avenida Centenário, a interligação do Anel Viário ao Poço Oito com a Avenida das Nações, a extensão da Avenida Lauro Müller interligando a SC-444 até a Avenida das Nações, além de um novo traçado para a Rodovia Lino Zanolli.

TRANSPARÊNCIA - Apesar da implantação do Portal da Transparência em Içara, a divulgação dos atos públicos ainda possui algumas barreiras. O acesso aos editais de licitação, por exemplo, e monitorado pela Prefeitura Municipal. E a publicação de decretos não ocupa ainda um Diário Oficial Eletrônico que seja diário. Como melhorar a transparência?
Vamos ser o mais transparente possível. Todo cidadão terá acesso às informações sobre a Prefeitura. Transparência é uma questão primordial. Queremos uma administração enxuta e moderna. Se for para baratear, teremos um Diário Oficial Eletrônico.

SALÁRIOS - Ainda sobre a transparência, você concorda com a divulgação dos salários dos servidores como já fizeram órgãos estaduais e federais?
É lei. Tudo o que for lei, faremos. Queremos transparência.

MORALIDADE - Executivo, Legislativo e até entidades. Denúncias de corrupção foram realizadas em diferentes instâncias nos últimos quatro anos. Ao que se atribui tantos problemas?
Temos que resgatar os valores morais. Resgatar as boas práticas na política e nos resultados.

RECURSOS - Com o acesso de recursos através de financiamentos, Içara terá recursos para investir em obras no próximo governo? De onde pretende realizar a captação?
Ainda não tenho noção de quanto está comprometida a receita. Mas somos da base do Governo Federal e o governador do Estado é do PSD. Dos sete deputados da região Sul, seis são da nossa coligação. O Governo do Estado a partir do ano que vem tem milhões para infraestrutura. E Içara é um dos maiores municípios que o PSD poderá governar. Vamos barganhar estes recursos. Mudaremos também a forma de administrar para que possamos usar também recursos próprios. Faremos mais, melhor e com menos custo.

SAMAE - Alguma possibilidade da Casan voltar para Içara seja com uma gestão compartilhada ou com a extinção do Samae? Do contrário, de onde comprar água?
O Samae sempre foi rentável. Posso citar que fizemos investimentos na cidade e na entidade. Ainda conseguimos deixar quase R$ 2 milhões em caixa. Precisa ter uma administração coerente. Precisa ser bem gerida, de forma transparente e correta. A água é um bem universal. Na medida em que tivermos na administração, vamos buscar a forma mais viável. O nosso projeto é para que também haja mais reservatórios.

SANEAMENTO - O funcionamento do esgotamento sanitário acontecerá somente no próximo governo. Qual a melhor forma de estipular o valor a ser cobrado da população?
Vamos cobrar a tarifa de acordo com critérios técnicos e legais. Analisaremos qual a necessidade para que o sistema seja eficiente.

PRIORIDADE - Se fosse para resumir o governo em uma obra física, qual seria?
Considerando que atualmente a saúde é a maior carência da cidade, nossa maior obra física neste aspecto será a construção de uma grande e eficiente unidade de saúde 24h para atender as emergências. Enquanto isso, vamos garantir já no primeiro dia do mandato um segundo médico para o Pronto-Socorro do Hospital São Donato. Queremos e vamos auxiliar, sendo parceiros da entidade, para desafogar o Pronto-Socorro e permitir que o hospital possa focar no atendimento hospitalar, cirúrgico e de maior complexidade. Entendemos que esta é uma proposta real e viável. Não se tornará uma segunda Internet gratuita. Claro que temos outros projetos de maior vulto visando o desenvolvimento econômico e sustentável de nossa cidade.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas