Canal Içara

Canal Içara

22 de outubro de 2018 - 19:25
Política »
Notas: advogados atacam sobre liminar
16/05/2009 às 18:52 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Num pedido de liminar para apreensão de tickets de combustíveis, as gravações que relatam fraude nas eleições de 2008 foram arquivadas. Mas em outros processos, elas ainda continuam tramitando na Justiça. E junto com as ações sobre o pleito municipal, há também as disputas por espaço na mídia e ataques direcionados aos representantes das partes envolvidas. Tudo através de notas oficiais encaminhadas para a imprensa regional através da mesma lista de e-mails.

Acesse:
» Juiz arquiva liminar com gravações
» Jornal divulga denúncias sobre eleições
» Áudio sobre eleições vaza na web

“O Juiz Eleitoral Dr. Marco Augusto Ghisi Machado entendeu como impossível juridicamente de se atender os pedidos feitos pela Coligação ‘Por uma Içara mais forte”, na Ação Cautelar nº 72, decidindo pela extinção do processo contra Gentil da Luz”, havia explicado ainda na sexta-feira, Katherine Schreiner, advogada do atual prefeito. “Nesta ação, a Coligação ‘Por uma Içara mais forte’ pretendia conseguir documentos para comprovar que os arquivos de áudio (clandestinos e ilícitos) apresentadas ao Juiz possuíam fundamento”, destacou ela.

Neste sábado, a manifestação foi dos advogados progressistas Gabriel Schonfelder de Souza e Fabiano José Castanhetti. “Ocorre que as informações não retratam de forma fiel todos os fatos referentes à cassação do então Prefeito Municipal Gentil Dory da Luz, podendo levar logicamente Vossas Senhorias (leia-se imprensa) a erro de interpretação”, declararam eles. “Não se necessita de muito esforço intelectual para concluir que as gravações (denúncias apresentadas pelo suplente de vereador do PMDB) foram recebidas como lícitas pelo douto Julgador”, completaram.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas