Canal Içara

Canal Içara

25 de outubro de 2021 - 04:47
Política »
“O tempo se encarregará disso”, diz Murialdo sobre possibilidade de participação em novas eleições
31/12/2020 às 09:42 | Andreia Limas - andreia.limas@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
Único prefeito reeleito da história de Içara, Murialdo Canto Gastaldon (MDB) encerra nesta quinta-feira, 31, seu segundo mandato, completando o ciclo de oito anos no comando do Executivo. A partir de janeiro, terá um mês de férias e na sequência o retorno a docência.

“Meu plano é descansar em janeiro. Faz muito tempo que não pego férias. Em fevereiro estou de volta na Unesc, à disposição da reitora Luciane (Ceretta), que fez e faz um trabalho fantástico que vai muito além das cercas da universidade”, declara Murialdo. Ele se licenciou da instituição de ensino para assumir a prefeitura em 2012.

Em relação à possível volta à disputa de um cargo eletivo, ainda não há qualquer definição. “Quanto a uma eventual candidatura em 2022, o tempo se encarregará disso”, afirma. Nas próximas eleições, serão escolhidos deputados estaduais e federais, além de senadores, governadores e o presidente da República. Já o próximo pleito municipal ocorrerá em 2024.

Balanço e projeções

Murialdo faz um balanço positivo dos oito anos de mandato. Ele destaca quatro aspectos centrais: a evolução na qualidade da educação, o fortalecimento do sistema local de saúde pública, as pavimentações e a geração de empregos.

“Dei o máximo que pude de mim à população de nossa cidade. Peço desculpas àqueles a quem eventualmente não correspondi as suas expectativas. Minha eterna gratidão aos içarenses pela confiança que nos depositaram em duas eleições”, acrescenta.

“O ponto chave que alavancou o desenvolvimento econômico está na integração de nosso território pelas pavimentações nas regiões rurais e centrais e inclusão das pessoas pelo emprego. Seguindo nessa trajetória, em menos de três anos seremos a segunda economia do Sul catarinense”, acredita.

Para 2021, o desejo é pela chegada da vacina contra o coronavírus. “Minha solidariedade às famílias que de todas as formas foram e são vítimas da covid. Na doença, no desemprego e na perda de vidas. E que o Ano Novo venha com a cura. Saúde e prosperidade a todos”, conclui.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias