Canal Içara

Canal Içara

17 de fevereiro de 2019 - 13:00
Política » Eleições 2016
Prefeituráveis: propostas para direitos iguais
19/09/2016 às 09:00 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
O resultado do trabalho de assistência social reflete na saúde, educação e consequentemente deve surtir efeito também numa cidade mais segura para se trabalhar e viver. Mais do que assistencialismo, é preciso ensinar os caminhos para que os cidadãos tenham independência e sintam-se parte da sociedade. Entretanto, a garantia dos mesmos direitos depende de ações que coloquem aqueles que estão sob indiferença em condições semelhantes aos demais. O que propõem então os prefeituráveis de Içara?

“Os Centros de Referência em Assistência Social de Esplanada, Poço Oito e Vila Nova devem ser efetivados. Todos com sedes próprias. São formas de envolver a família em regiões com carências. Precisamos também do fortalecimento do Centro de Referência Especializado em Assistência Social com mais equipes, sobretudo, psicólogo infantil. Já temos, mas precisamos aumentar a carga-horária. São necessidades para fortalecer a segurança da nossa cidade”, sugere Murialdo Canto Gastaldon (PMDB).

“Uma de nossas propostas é criar a Cidade do Idoso. O projeto engloba atendimento médico, profissionais técnicos em Enfermagem, locais com dança, restaurante e informática num mesmo hectare. Propomos também a fábrica de fraldas para acamados, a parceria com as instituições, além de atividades aos sábados nos bairros e na praça. Isto vai movimentar o comércio local. A Assistência Social deve trabalhar ainda em rede com a Educação e a Saúde”, sintetiza Dalvania Cardoso (PP).

“Muitos veem o setor como um trampolim eleitoral. As atividades culturais não podem estar isoladas. Elas devem ser discutidas com a Assistência Social. A nossa ideia é gerar a inclusão com a capacitação de quem já está nos projetos. Junto com entidades, bancos, igrejas e demais organizações queremos criar uma colmeia de cooperativas voltadas à inclusão social. O objetivo maior é atender aqueles que estão nos projetos sociais. Isso vai gerar emprego, renda e ao mesmo tempo gerar a inclusão”, aponta Gilmar Axé (PSOL).
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas