Canal Içara

Canal Içara

20 de outubro de 2021 - 13:29
Política » Escândalo das Cédulas
Tribunal rejeita retorno de presidentes
11/08/2011 às 16:33 - atualizada às 16h40 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Decisão publicada na tarde desta quinta-feira, dia 11, mantém o afastamento de Darlan Carpes da Presidência da Câmara Municipal e Pedro Deonísio Gabriel da Presidência da Cooperaliança. Os dois agentes públicos buscavam uma liminar em Florianópolis para o retorno aos respectivos cargos. Mas, tiveram o pleito negado pela relatora Salete Silva Sommariva.

Conteúdo relacionado:
Especiais » Acompanhe mais notícias sobre o escândalo das cédulas


Conforme o advogado Ivo Carminatti, um recurso deverá ser ingressado contra o indeferimento liminar do mandado de segurança no Tribunal de Justiça de Santa Catarina. O texto emitido pela desembargadora está em análise para isso. Ainda segundo o componente da defesa, a perspectiva é para que dentre 15 a 20 dias saia então uma nova decisão sobre o retorno, ou não, dos presidentes.

Tanto Darlan quanto Pedro são réus no escândalo das cédulas. O caso tratado em processo administrativo e criminal remete às investigações realizadas pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). Isto devido a denúncia fraude em documento e pressão política para o beneficiamento da Carbonífera Rio Deserto. Os vereadores Acirton Costa (PMDB) e Itamar da Silva (PP) também constam entre os denunciados. Todavia, eles permanecem no cargo.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias