Canal Içara

Canal Içara

21 de abril de 2019 - 13:52
Segurança » Rio Três Ribeirões
Apuração de espuma chega às empresas
28/01/2016 às 16:57 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Empresas próximas a uma das redes pluviais que desaguam no Rio Três Ribeirões deverão apresentar relatórios técnicos nas próximas semanas. A fiscalização da Fundação do Meio Ambiente de Içara será para identificar uma das fontes de surfactantes no afluente. Além disso, a Fundai já requisitou também à Secretaria de Obras medidas paliativas que reduzam as quedas de água e evitem a formação de espuma no Liri e Nossa Senhora de Fátima.

Surfactantes são substâncias que atuam como agente de atividade superficial, pois conseguem envolver sujeira e retirá-la junto com a água
Conforme as análises laboratoriais, a rede de drenagem atingida despeja um volume de surfactante quatro vezes acima do permitido. Mas não é o único problema. O volume da substância em um dos afluentes já chega ao município três vezes superior ao limite. “A poluição que vem do bairro Cristo Redentor foi repassada para fiscalização também da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma”, coloca o biólogo da Fundai, Ricardo Garcia da Silva.

O último registro da espuma ocorreu em outubro de 2015. Mas a poluição já se estende por mais de um ano. A primeira vez que o portal Canal Içara reportou foi em 24 de outubro de 2014. Ocorreu também em janeiro, agosto e setembro de 2015. Segundo o diretor superintendente do órgão ambiental de Içara, Tomás Manoel Cardoso, a empresa responsável será autuada, estará sujeita ao embargo e multa de até R$ 50 milhões.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas