Canal Içara

Canal Içara

14 de novembro de 2019 - 17:41
Segurança »
De Luca minimiza possibilidade de candidatura para 2008
19/01/2007 às 04:32 | jornalagoraonline.com.br
Após as eleições de 2006, o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) de Içara encontrou-se diante da seguinte situação: a ala principal, liderada pela maior parte da executiva do partido, incluindo o presidente, Adilton Tramontin e secretário de desenvolvimento regional. Gentil Dory da Luz apoiando o nome deste último para as eleições de 2008, enquanto que nasce um novo foco, com a finalidade de atrair para o partido o atual presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Walmor Paulo de Luca e lançá-lo candidato. Esta ala é formada principalmente por pessoas que apoiaram a campanha de Ada de Luca (PMDB) à Assembléia Legislativa.

O ex-deputado federal, atualmente sem partido, já demonstrou inclinação em transferir seu domicílio eleitoral para Içara com esse objetivo, embora ainda não tenha decidido para qual sigla partidária deverá ir.

De acordo com Tramontin, “não há qualquer problema que o Walmor venha para o PMDB, até porque ele possui uma história de luta dentro do partido. Será muito bem-vindo”. Ainda segundo o presidente, o ideal é que os dois nomes se fortaleçam durante todo o ano de 2007 para que seja realizada uma pesquisa, na qual seria analisado o nome mais aceito pela sociedade. “O que estiver melhor nas pesquisas deve receber o apoio integral daquele que estiver pior”, explica. Ele afirma ainda que já foi feito o convite para que de Luca integre o partido.

Na perspectiva do ex-deputado, Walmor de Luca, “Içara vem crescendo de forma acentuada e precisa de uma orientação para crescer de forma ordenada”, avalia. Entre outros aspectos, de Luca conta com amplo prestígio do governador Luiz Henrique da Silveira, o que o favorece no relacionamento com o Governo do Estado. “Tenho tratado esse assunto com cautela. É uma possibilidade muito remota. Seria preciso uma vontade suprapartidária em torno do meu nome. O PMDB já tem um candidato, que é o Gentil. Ainda é necessário avaliar qual o caminho a ser tomado. Acredito que a alternativa do presidente Tramontin – de realizar uma pesquisa no segundo semestre de 2007 – seja a ideal”, declara. Sobre as conjunturas políticas para as próximas eleições municipais, de Luca, que já declarou apoio a Arthur Zanolli para o pleito da Cooperaliança, afirma ainda que “o Heitor Valvassori é um adversário muito forte, que em nenhum momento pode ser subestimado”.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas