Canal Içara

Canal Içara

29 de maio de 2020 - 17:35
Segurança » Descarrilamento de trem
FTC: laudo aponta variação de temperatura
10/09/2014 às 11:20 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
A causa provável para o descarrilamento dos vagões em 4 de agosto deste ano foi a fratura na solda do trilho em decorrência da variação de temperatura. Num curto espaço de tempo passou de 32ºC no dia 3 para 10ºC na data do acidente. “Cabe lembrar que, não houve impacto ambiental com a carga tombada”, apresenta a empresa em nota nesta quarta-feira, dia 10.

Dos 54 vagões que passavam pelo bairro Tereza Cristina em direção à Tubarão, 11 saíram do trilho, quatro ficaram inclinados e um tombou por completo no Km95+800. Para restabelecer o tráfego de trens foram necessários dois dias. Já o trabalho remoção da composição carregada com carvão mineral foi completada após quase 72h.

Na mesma semana dois vagões também descarrilaram na passagem em nível da SC-447 no bairro Rio Fiorita (Km16+600), em Siderópolis. “Nessa PN, a comissão apurou que a causa provável foi o soterramento da linha na Passagem em Nível (PN) do km 16+756, próximo à caixa de embarque”, indica a empresa embasada no laudo da sindicância.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias