Canal Içara

Canal Içara

24 de novembro de 2020 - 01:59
Segurança »
Içara tem primeira condenação por feminicídio em crime registrado na comunidade de Barracão
23/10/2020 às 19:17 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
Cheila Regina Tressi teve a vida interrompida aos 32 anos. Ela sofreu queimadura no tórax, foi torturada de joelhos e golpeada na cabeça até a morte na madrugada do dia 13 de fevereiro de 2019, um brutal crime que agora se torna o primeiro caso de condenação por feminicídio em Içara desde que a qualificadora entrou em vigor, em 2015. O autor terá que cumprir 26 anos de reclusão em regime inicialmente fechado pelo crime de motivação doméstica ou discriminação de gênero. A decisão foi realizada em sessão do júri nesta quinta-feira, dia 22.

A moradora de Barracão foi encontrada já sem vida na manhã do dia 13 de fevereiro de 2019. Principal suspeito, o parceiro foi preso cinco dias depois de chamar o socorro. No primeiro depoimento, o companheiro, na época com 48 anos, disse que a esposa havia ingerido remédios e estava desacordada por três dias. Uma carta chegou a ser simulada. Entretanto, o laudo foi conclusivo e indicou que o crime ocorreu oito horas antes do exame, ou seja, no início da madrugada.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias