Canal Içara

Canal Içara

10 de agosto de 2020 - 23:14
Segurança »
Operação Aletheia: bandidos simulavam crime por rede social para extorsão
07/07/2020 às 13:29 - atualizada às 14h25 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A manhã chuvosa desta terça-feira iniciou com operação da Polícia Civil por terra e pelo ar. Em Içara foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, nos bairros Jaqueline e Boa Vista, sob a coordenação da equipe de furtos e roubos da Divisão de Investigação Criminal de Criciúma com o apoio de policiais civis da região, do Serviço Aeropolicial com o uso do helicóptero e ainda da Coordenadoria de Recursos Especiais. Em Içara foram presas duas pessoas, de 22 e 38 anos. Outras duas, de 35 e 40, foram presas em Criciúma, onde houve o cumprimento de mais cinco mandados de busca e apreensão.

Conforme o delegado Yuri Miqueluzzi, a organização atuava em Santa Catarina com ramificação no Rio Grande do Sul na extorsão das vítimas. A movimentação bancária chegava a R$ 100 mil ao mês com a atividade criminosa. “Por meio eletrônico e engenharia social eram utilizados perfis falsos de jovens mulheres. Eles escolhiam potenciais vítimas com interesse em estabelecer relacionamento, migravam para aplicativos de mensagens instantâneas em conversas que se estendiam por semanas até receberem fotos e vídeos íntimos”, indica o delegado.

Após o envolvimento das vítimas, os criminosos incluíam um novo personagem na história: o pai da jovem que seria autora das mensagens. Nesta conversa, informavam que tratava-se de uma adolescente, portanto, caracterizando pedofilia. Até simulavam a conversa com policiais para pressionar que pagamentos, de R$ 1 mil a R$ 30 mil, fossem realizados no intuito de ser evitado o registro da ocorrência ou o cumprimento de mandados de prisão. Com a extorsão; falsidade ideológica e documental; e organização criminosa, foram encontrados indícios ainda de lavagem de capital.

Verdade que prevalece

A denominação da operação - Aletheia - é uma alusão a personagem da mitologia grega associada à verdade. Citada em uma das fábulas de Esopo, ela ensina que algo falso pode às vezes começar com sucesso, no entanto, com o tempo, a verdade prevalece. Além da ação virtual com consequências reais, a investigação continuará agora devido a indícios de participação em furtos e roubos, inclusive, contra as vítimas que mantinham relação nas redes sociais. A operação apreendeu uma arma, simulacros, celulares, computadores e também um Honda Fit clonado.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias