Canal Içara

Canal Içara

03 de junho de 2020 - 13:59
Segurança » Via Rápida em obra
Projeto da Via Rápida gera dúvidas
08/09/2006 às 09:05 | Andresa Piva / A Tribuna
Às vésperas de ser anunciada a empresa que vai construir a Via Expressa - o nome da construtora será divulgado nos próximos dias pela SC Parcerias - a Câmara de Vereadores de Içara promove na terça-feira, uma audiência pública com os moradores dos bairros impactados pela obra para conhecer detalhes do projeto técnico. O encontro ocorre no salão paroquial São Rafael, no bairro Terceira Linha, às 19h.

As famílias têm dúvidas sobre as áreas que serão desapropriadas para abertura da rodovia e quais serão os valores a serem pagos pelos terrenos. A maior preocupação da comunidade é que o projeto está prestes a sair do papel e os moradores não sabem ao certo os benefícios e os malefícios que a obra pode trazer às comunidades.

O vereador Murialdo Gastaldon (PDT) pediu a audiência a fim de esclarecer dúvidas dos moradores das quatro comunidades agrícolas e evitar que uma obra que é importante para a região acabe se tornando alvo de discórdia dos agricultores. "Se não for bem esclarecido o projeto, corre-se o risco de as comunidades ficarem contrárias à obra", observa.

Gastaldon observa que a segunda fase da licitação está praticamente concluída, o projeto de execução pronto e as comunidades sequer conhecem o traçado da Via Rápida. A dúvida também se estende às questões ambientais. Segundo informações repassadas às comunidades, o Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Meio Ambiente (Eia/Rima) já estão conclusos. "Não lembro de o assunto ter sido discutido em audiência pública com os moradores", diz.


Técnicos analisam propostas de empresas

Em Florianópolis, na SC Parcerias, técnicos estão desde a semana passada mantendo reuniões diárias para avaliar as propostas de cada uma das 24 empresas habilitadas no processo de licitação e que disputam a obra. O presidente da Comissão de Licitação da SC Parcerias, Wenceslau Jerônimo Diotallévy, informa que a demora ocorre por causa do excesso de itens unitários que devem ser apreciados. "O Tribunal de Contas faz esta recomendação", completa. A previsão é que a empresa vencedora seja divulgada até terça-feira. A obra está orçada em R$ 72 milhões e vai ligar os municípios de Criciúma a Içara em onze quilômetros, sendo que quatro quilômetros ficam em território içarense. O trajeto de aproximadamente onze quilômetros vai iniciar nas mediações do Batalhão da Polícia Militar de Criciúma, saindo na BR-101, em Içara, próximo à entrada do acesso Sul ao Balneário Rincão.

Além da expansão econômica, a Via Rápida passa a ser o acesso oficial para Criciúma, contribuindo para distribuir o trafego de veículos na região. Hoje, os carros que passam pela BR-101 utilizam o aceso da Vila Nova, pelo Norte, e do bairro Verdinho, pelo Sul.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias