Canal Içara

Canal Içara

20 de agosto de 2019 - 15:33
Segurança »
Técnicas marciais utilizadas para defesa pessoal
29/06/2007 às 09:19 | Lucas Lemos | jornalagoraonline.com.br
Equilibro entre mente e corpo, percepção, avaliação e ação são características ampliadas nos cursos de defesa pessoal, que misturam manobras de jiu-jitsu e karatê.

Conforme o professor de karatê, Eduardo Marangoni, “as artes marciais preparam as pessoas para enfrentar os perigos em relação às armas brancas, como facas e estiletes”. A duração do curso é de 1 ano. “As aulas de defesa pessoal são as mesmas que o Grupo de Reações Táticas (GRT), da Policia Militar tem”, destaca Marangoni.

Podem iniciar o aprendizado, desde adolescentes, de no mínimo 12 anos, até idosos. Para o consultor de defesa pessoal, Manoel Sérgio, este tipo de atividade é ideal para as mulheres, principalmente porque elas tem uma imagem de maior fragilidade que os homens e, por isso, estão menos imunes a ataques.

Em relação ao karatê, pernas e braços são treinados em manobras de socos e chutes. No mesmo curso também são ensinadas manobras do jiu-jitsu, como imobilizar o agressor. Conforme Marangoni, “o karatê tem características de defesa de impacto, e no jiu-jitsu, os aspectos desta arte ensinam mais sobre imobilização”. “Muitas pessoas têm preconceito de quem luta. Isto porque não percebem o potencial que existe nas artes marciais, de auto-defesa. Outro fator que também colabora com o preconceito são as barbaridades que alguns lutadores acabam fazendo”, completa ele.

Além da proteção, passada com a análise da situação e de qual a melhor opção para a reação, o curso também influencia na saúde do aluno. Com os movimentos, os músculos são tonificados, e os sistemas circulatório e respiratório tornam-se mais preparados para as atividades que exijam esforço.

Conforme os números divulgados pela Academia Sidnei Santos, existem, em Içara, cerca de 10 alunos que praticam as aulas de defesa pessoal. O custo do curso é de R$ 50 mensais. As aulas, ministradas por Sidnei Santos, acontecem em três dias da semana, com duração de 1h cada aula. Ao término das aulas, o aluno não recebe titulações em faixas, como no karatê e no jiu-jitsu, porém um certificado é emitido atestando o preparo do aluno para desenvolver atividades de segurança.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas