Canal Içara

Canal Içara

10 de dezembro de 2018 - 15:34
Segurança »
Trio passa por júri e pega até 60 anos de detenção
06/12/2018 às 23:05 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Um dos ex-líderes do crime na região foi condenado a 60 anos, um mês e 19 dias de reclusão, além de 180 dias-multa pelo Tribunal do Júri em Içara. A longa pena em primeira instância decorre do homicídio dos irmãos Leandro Vieira Cardoso e Fábio Cardoso; receptação; adulteração veicular e roubo. Outros dois integrantes da quadrilha pegaram ainda 44 anos de detenção e 142 dias-multa pelos mesmos crimes. O resultado do julgamento realizado na quarta-feira foi publicado em sentença nesta quinta, dia 6.

“A organização praticava homicídios contra quem oferecesse algum embaraço ao monopólio da atividade naquele território e contra quem, de alguma forma, colocasse em risco o normal desenvolvimento da atividade”, aponta o juiz Fernando Dal Bó Martins. Conforme registrado no processo, os disparos que atingiram Fábio, de 22 anos, e Leandro, de 24, foram realizados de dentro um HB20 branco na comunidade de Lombas Pedreira em setembro de 2015. Na fuga, os autores abandonaram o veículo, roubaram um Gol e fugiram em direção a Içara.

Além dos homicídios julgados nesta semana, o ex-líder da célula criminosa já teve outras duas condenações. Conforme o magistrado, isso demonstra que ele despreza a paz social e a vida humana como valores fundamentais a serem protegidos. “Segue um código de ética próprio do banditismo de facções, que se pauta em atentar contra direitos humanos e instituições caras ao Estado Democrático de Direito. Vive para o crime; dedica-se, em tempo integral, a destruir o tecido social”, pontua o juiz.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas