Canal Içara

Canal Içara

19 de agosto de 2019 - 09:44
Cotidiano » Santuário Sagrado Coração de Jesus
Casa do Peregrino será inaugurada com festa
30/03/2016 às 15:50 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
A Festa do Sagrado Coração Misericordioso de Jesus deste ano vai abrir oficialmente as celebrações dominicais até a abertura do santuário na comunidade de Morro Bonito. Duas caravanas sairão de Urussanga e Morro da Fumaça para se encontrar no bairro Presidente Vargas às 8h30 deste próximo dia 3. Já às 9h30 acontecerá a benção da Casa do Peregrino, onde começará a funcionar oficialmente a loja, as salas de atendimento, reuniões e banheiros. No local acontecerão também confissões no dia dedicado à misericórdia.

Além do almoço com mais de mil ingressos já vendidos, o dia festivo envolverá ainda a adoração ao santíssimo, a Renovação Carismática e, às 15h, o encerramento com a celebração do bispo Dom Jacinto Inácio Flach na entrada principal do prédio, agora, coberta. "Vamos ter a exposição de uma relíquia de Santa Margarida numa tenda. A peça depois será colocada no santuário", indica o pároco Antônio Vander da Silva. Além das missas aos domingos, todos os sábados ocorrerá o terço da misericórdia às 15h.

"Temos em média 40 visitantes todos os dias na cruz colocada no santuário. Tantas pessoas tocaram nela que vamos preservá-la", garante o bispo. O santuário com mais de 3,8 mil metros quadrados será formado por três arcos em cada entrada para lembrar o divino, pois não tem começo nem fim. Oito vitrais representarão ainda a família de Noé que foi salva do dilúvio. E nos fundos do altar aparecerá a imagem dos papas João Paulo II e Francisco. "Quem entrar deve se sentir filho de Deus", ressalta Dom Jacinto.

As obras também já começaram na Capela da Agonia. Serão mais 180 metros quadrados. O complexo terá ainda a casa do reitor, praças e estações da via sacra. "Estamos com apenas 50% de toda a execução pronta", indica o pároco Antônio. Mais de R$ 5 milhões já foram investidos, aproximadamente, com 70% de doações. A proposta é que o local abrigue futuramente também um mosteiro. "As monjas não podem sair, mas as pessoas poderão ir até elas", indica o bispo.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas