Canal Içara

Canal Içara

16 de setembro de 2021 - 15:53
Cotidiano » Trabalho & Emprego
Confira dicas de Português para concursos
09/07/2013 às 23:24 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Indiferente do cargo, a Língua Portuguesa é cobrada frequentemente em concursos públicos. Os questionamentos ocorrem sobre as formas gramaticais, tempos verbais, acentuações e diferentes aspectos do idioma. Por isso o Canal Içara resolveu simplificar. O portal criou um guia básico com explicações e também exercícios. O conteúdo foi elaborado junto com a professora e integrante da Academia Içarense de Letras e Artes, Silésia Pizzetti Augustinho.

Assim como as regras da língua, as provas também exigem atenção para a interpretação dos textos. Entender o conteúdo pode ajudar em algumas possíveis perguntas. Segundo a professora Silésia, é necessário também ficar atento “aos personagens, o ambiente onde acontecem os fatos, a época e a duração, o conflito e o desfecho (final)”.

Em meio a isso deve-se observar ainda ao tipo de linguagem (culta, coloquial), tema (assunto tratado), tipo de texto (narração, descrição, exposição e argumentação/dissertação), semântica (significado de palavras e expressões), ideologia e aspectos sócio-culturais. Algumas palavras também merecem atenção especial devido a proximidade das variações, principalmente, se for exigida uma redação.

A confusão na composição ocorre, por exemplo, com o Por que (interrogação longe da pontuação e usada quando for possível a substituição por: por que motivo), Por quê (quando próximo da pontuação final), Porque (no caso de poder ser substituído por pois) e Porquê (se puder ser trocado por motivo ou razão). Outro caso é a diferença de Mas (equivalente a porém) e Mais (somatória); Tampouco (equivale a também não) e Tão pouco (equivale a muito pouco). Abaixo seguem outras orientações simplificadas. Confira:

SINÔNIMO/ANTÔNIMO - Sinônimo é tudo aquilo que possui sentido igual ou aproximado (bonito/belo). Já o antônimo é quando o sentido da palavra figura como oposto (bonito/feio).

SENTIDO PRÓPRIO/FIGURADO - O sentido próprio é quanto uma palavra expressa exatamente o que se lê, ou seja, é literal (O Sol está quente). Já o sentido figurado é quando remete a outro significado (Você é o meu Sol).

SUBSTANTIVOS - Os substantivos são palavras utilizadas para dar nome aos seres. Pode ser simples quanto tem apenas uma forma (livro, cadeira...), composto no caso de ser uma composição (couve-flor, passatempo...), primitivo se não tem origem em nenhuma outra palavra da língua (casa, árvore...), derivado se é uma variável (casario, arvoredo...), concreto se indicar seres (homem, cavalo, Deus...), abstrato quando retrata virtudes ou sentimentos (amor, dor...), comuns se apontarem de forma genérica indivíduos (animal, objeto...) ou então próprio se designar para pessoas e locais (Renata, Praça Fernando Pacheco...).

ADJETIVOS - São palavras utilizadas para indicar característica de um ser (substantivo). Pode ser composto (amarelo-claro, verde-escuro...), primitivo (bom, ruim...) ou derivado (bondoso, piedoso...). Também varia pelo gênero (feminino e masculino). É uniforme quando serve indiferente do gênero (feliz, sorridente...). Do contrário é biforme (bonito, bonita...). Varia ainda pelo grau (aumentativo ou diminutivo). O adjetivo comparativo ocorre para indicar igualdade, superioridade ou inferioridade (Meu pai é mais esperto que o seu/Meu pai é menos esperto que o seu). Já o adjetivo superlativo é mais amplo (Meu pai é o mais esperto). Pode ser absoluto analítico (Ela é muito linda) ou sintético (Ela é lindíssima). Também pode ser relativo de superioridade (Ela é a mais linda de todas/Esta menina é a mais linda de todas) ou então de inferioridade (Ela é a menos linda de todos nós).

PRONOME - Palavra que serve para apontar a pessoa do discurso ou situar no espaço e no tempo. O pronome adjetivo modifica um substantivo (Ela mulher é jovem). O pronome substantivo tem função de substantivo. (Ricardo é muito inteligente. Convide-o para estudar com o grupo). Os pronomes podem variar ainda entre pessoais, possessivos, demonstrativos, relativos, indefinidos e interrogativos. Atenção ao uso correto dos pronomes reflexivos(eu me cortei, tu te... ele se... nós nos... eles se...). Os discursos ocorrem entre três pessoas. A primeira refere-se a quem fala (eu, me , mim, meu). A segunda é com quem se fala (tu, te, ti, teu). Já a terceira é sobre quem se fala (ele, ela, se, si, seu).

PREPOSIÇÃO/CONJUNÇÃO- As preposições servem para ligar termos ou orações. As preposições podem ser essenciais (perante, após, até, sobre, dentro de...), acidentais (durante, exceto, mediante...) ou prepositivas (acerca de, ao lado de, a respeito de...). As preposições também podem se unir a outra palavra. E assim se distingue entre combinação (a + onde = aonde), contração (em + um = num) ou fica associado a um pronome (de + eles = deles).

PESSOA/TEMPO/MODO VERBAL - O tempo verbal serve para indicar se já aconteceu ou não. Pode ser simples (amo), pretérito perfeito (amei), pretérito imperfeito (amava), pretérito mais-que-perfeito (amara), futuro do presente (amarei) ou futuro do pretérito (amaria). Já o modo verbal é caracterizado pelas maneiras de se utilizar o verbo. Pode ser indicativo (Tenho vontade de ser ator), subjuntivo (Se tudo der certo, serei ator), imperativo (Por favor, atue!), particípio (O garoto havia atuado bem), gerúndio (Estive atuando por muito tempo) e infinitivo (Meu sonho é atuar). O verbo pode varias para indicar a pessoa (eu quero, tu queres, ele quer, nós queremos, vós quereis, eles querem).

CONCORDÂNCIA VERBAL/NOMINAL - Na concordância verbal, o verbo concorda com o sujeito em número e pessoa. (Fomos nós que contatamos a empresa). Já a concordância nominal é todo ajuste necessário para que toda a oração concorde em gênero e número com o substantivo (A criança que conversei era muito atenciosa e engraçada).

ACENTUAÇÃO GRÁFICA – Em regra geral, as palavras oxítonas (com a última sílaba tônica) são acentuadas quando terminam em a/as, e/es, o/os e em/ens. Isto ocorre com atrás, português, armazéns. As paroxítonas (com a penúltima sílaba tônica) recebe acentuação se terminada em l, i, n, x, os, i/is, us, um/uns, ã/ãs, ao/ãos, on/nos como biquíni e elétron ou forem ditongos tipo ânsia e vôlei. Já as proparoxítonas (com a antepenúltima sílaba tônica) são todas acentuadas, por exemplo, pântano e lúcido.

PONTUAÇÃO – A vírgula [,] tem como função de interromper uma sequência. Mas não se deve separar o sujeito do verbo. Exemplo: As noites frias de Içara provocam boas lembranças/As noites frias de Içara, geralmente, provocam boas lembranças. O ponto [.] serve para marcar o encerramento de uma frase. A utilidade do ponto-e-vírgula [;] está na indicação de uma pausa maior do que uma vírgula e menor do que um simples ponto. Os dois pontos [:] indicam uma citação, enumeração ou esclarecimento a seguir. Há também interrogação [?] para questionamentos, exclamação [!] para dar ênfase, reticências [...] para sugerir complemento, travessão [–] para falas ou então dar destaque em frases, parênteses [( )] para indicações complementares e aspas [“”] para citações ou expressões.


Na prática: Responda as questões e confira as respostas ao final do teste.

1- Qual o sinônimo e o antônimo para a palavra simpático?
a) Agradável/Antipático
b) Feliz/Antipático
c) Saudável/Ignorante
d) Feliz/Triste
e) Rico/Pobre

2 -No verso "O amor é fogo que arde sem se ver", a palavra fogo tem que sentido?
a) literal/próprio
b) figurado
c) decorativo
d) complementar
e) impróprio

3 - (UDESC) Assinale a alternativa em que o pronome oblíquo lhe está no lugar do pronome oblíquo o ou a, em desacordo com as orientações da norma culta.
a) Pediu a Rita que lhe explicasse tudo.
b) Então ela declarou-lhe que não voltaria mais.
c) O cocheiro propôs-lhe voltar a primeira travessa, e ir por outro caminho.
e) Ele, para lhe ser agradável, estava sempre discretamente afastado.
e) Vejamos o que lhe trouxe aqui.

4 - (PUC-SP) Uma das alternativas abaixo está errada quanto à correspondência no emprego dos tempos verbais. Assinale-a.
a) Porque arrumara carona, chegou cedo à cidade.
b) Se tivesse arrumado carona, chegaria cedo à cidade.
c) Embora arrume carona, chegará tarde.
d) Embora tenha arrumado carona, chegou tarde.
e) Se arrumar carona, chegaria cedo à cidade.

5 - (FUVEST/SP) Num dos provérbios abaixo não se observa a concordância prescrita pela
gramática. Indique-o:
a) Não se apanham moscas com vinagre.
b) Casamento e mortalha no céu se talha.
c) Quem ama o feio, bonito lhe parece.
d) De boas ceias, as sepulturas estão cheias.
e) Quem cabras não tem e cabritos vende, de algum lugar lhe vêm.

6 - (ITA-SP): O acento gráfico nas palavras publico, interim, aerolito e aerodromo foi aqui propositalmente eliminado. Quanto ao acento tônico, sua respectiva classificação é:
a) paroxítona, paroxítona, paroxítona, paroxítona
b) paroxítona, proparoxítona, proparoxítona, proparoxítona
c) proparoxítona, proparoxítona, proparoxítona, proparoxítona
d) paroxítona, proparoxítona, proparoxítona, paroxítona
e) paroxítona, oxítona, paroxítona, proparoxítona

7 - (USF-SP): Identifique a alternativa que corresponde ao período de pontuação correta:
a) O mais velho, dos viajantes, disse subitamente, estou muito cansado, vamos descer aqui.
b) O mais velho dos viajantes, disse subitamente, estou muito, cansado, vamos descer aqui?
c) O mais velho dos viajantes; disse subitamente – Estou muito cansado, vamos descer aqui.
d) O mais velho dos viajantes disse subitamente: - Estou muito cansado; vamos descer aqui.
e) O mais velho dos viajantes, disse subitamente: Estou muito cansado vamos, descer aqui?

GABARITO: 1 (a), 2 (b), 3 (e), 4 (e), 5 (b), 6 (c) e 7 (d).

QUER SABER MAIS? Dois portais especializados em conteúdo educacional podem servir de referência para o aprofundamento do conteúdo. No Info Escola (www.infoescola.com) é possível rever as definições com exemplos de cada uma delas, além de preencher exercícios on-line. Outra opção é o Brasil Escola (www.brasilescola.com). O site é igualmente dedicado a diferentes áreas do conhecimento. Tem ainda monografias e conteúdos produzidos para educadores.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias