Canal Içara

Canal Içara

07 de dezembro de 2019 - 15:40
Cotidiano »
Crônica: é preciso semear para ter um lindo jardim de flores
14/09/2019 às 10:29 | Simone Luiz Cândido
Ao iniciarmos um novo dia abrimos nossos olhos a janela da alma. Podemos ouvir o canto dos passarinhos observar a paisagem mostrando o novo dia que chega. As árvores que florescem deixando cheiro de perfume delicado renovando a vida florescem para que novas sementes cresçam seguindo o ciclo da vida. Roseiras abrem suas flores em botão embelezando os jardins que alguém plantou.

Ao lado de minha casa mora um senhor chamado Adolfo conhecido por Dodô gosta muito de plantar, seu quintal é de um capricho quase indescritível. Há alguns anos plantou uma pequena muda de jabuticaba segundo ele ganhou a semente de um amigo e semeou. Olhava todos os dias com muito carinho a tal jabuticabeira sempre questionava se ia dar tempo de colher jabuticaba antes dele partir daqui da terra. Na véspera de seu aniversário de 87 anos descobrimos as primeiras flores brotando nos galhos de jabuticaba.

A alegria tomou conta dele ao ver sua árvore frutífera plantada com tanto amor florescendo. Parece algo com pouco significado, mas para ele é a jabuticaba de estimação, semeou regou, esperou nascer e a viu crescer. Muitos reclamam do calor, mas não temos paciência para plantar uma árvore e vê-la crescer e nos dar uma bela sombra. Para alguns um ipê significa beleza aos olhos de quem o vê. Para outros uma árvore que só faz sujeira. Dependendo da maneira em que analisamos a situação ela pode ser boa ou ruim.

Quando olhamos para um belo jardim com flores podemos apreciá-lo e imaginarmos quanto tempo alguém cuidou regou com paciência até que estivesse assim. Ter paciência é um exercício diário que em sempre é fácil. No jardim de nossa existência precisamos regar e cuidar com muito carinho aqueles que por nossa vida passam, alguns florescerão, outros continuarão do mesmo jeito sem frutificar, mas nós podemos continuar tentando semear, até que venham os frutos

Quem planta jabuticaba nem sempre colhe jabuticabas, muitas demoram anos para darem frutos, se todos pensassem que não iriam colher jabuticaba ninguém conheceria seus frutos. Isso nos faz lembrar que as sementes lançadas agora podem ser frutos colhidos daqui muito tempo. Semear vale a pena mesmo quando não estivermos mais aqui nossas sementes poderão frutificar.
Simone Luiz Cândido é voluntária na causa adoção de crianças e adolescentes; já participou de três antologias com suas crônicas, além disso, ama escrever reflexões sobre a vida cotidiana, eternidade, amor e convivência.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas