Canal Içara


18 de outubro de 2017 - 22:07
Cotidiano »
Direitos humanos e diversidade serão discutidos em encontro regional
03/08/2017 às 10:59 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Temas que permeiam lésbicas, gays, bissexuais, travestis e trans serão discutidos no I Encontro Regional de Direitos Humanos e da Diversidade. O evento será promovido pela Secretaria Municipal de Saúde de Içara das 8h às 18h do dia 23 no Salão Paroquial São Donato. As inscrições são limitadas. Por isso, é necessário o cadastro em https://goo.gl/eJJ3U5. Entre os convidados está a secretária nacional da Diversidade LGBTT, Marina Reidel; além da presidente da Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero da OAB/SC, Margareth da Silva Hernandes.

"O segmento LGBTT é muito vulnerável. Muitos saem cedo de casa e da escola. Por causa disso, acabam no mercado da prostituição. Este encontro será uma oportunidade de formar multiplicadores sobre os direitos adquiridos e desmistificar um pouco o tema com o envolvimento também de agentes de saúde, lideranças comunitárias e profissionais da Educação. A diversidade já está presente nas escolas. É preciso saber como lidar", coloca a coordenadora do Programa DST/HIV/Aids, Samira Abdenur.

"Cada pessoa LGBTT tem uma maneira de lidar. Há quem se sinta confortável em falar sobre o assunto. Eu me assumo gay. Quando conheci o movimento das pessoas trans, encontrei um preconceito muito mais pesado devido a transformação do corpo. Acho que é importante conversar sobre isso. Por isso, virei militante", indica um dos voluntários Grupo Içara de Incentivo a Vida, Flávio de Souza Brito. "É importante sentirmos que somos bem-vindos. Quando as pessoas demonstram isso, ficamos mais confortáveis", completa.

Confira a programação completa:

08h00 Acolhimento.
08h30 Mesa de Abertura com Autoridades e Apresentação de Dança do Coletivo Sou.
09h00 Marina Reidel (secretária Nacional da Diversidade LGBTT): “Construção de Identidade de Gênero: Direitos Humanos, Respeito, Dignidade e Protagonismo Social”.
09h40 Paula Andrade (Academia de Polícia de Florianópolis): “Enfrentamento à Violência Contra a População LGBT”
10h20 Gabriela da Silva (professora Mestra em Educação): “Diversidade na Escola”.
11h00 Margareth da Silva Hernandes (presidente da Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero da OAB/SC): “Combate à Homofobia/Transfobia e Avanços na Legislação para População LGBT”.
11h40 Eric Seger (presidente da ONG Homens Trans em Ação): “Homens Trans e Suas Demandas de Políticas Públicas”.
12h10 Almoço
13h00 Teatro “Julia”, do Grupo Cirquinho do Revirado, na Praça São Donato.
14h00 Cleo Martins (conselheira tutelar): “Transexualidade no mercado de trabalho”.
14h20 Lauro Nogueira (ginecologista): “Transformação do Corpo, Hormonoterapia e Seus Efeitos Adversos”.
15h00 Juliana Cavaler (advogada): “Documentação para Travestis e Transexuais”.
15h40 Dayana Gorges (enfermeira): “Processo de mudança de sexo”.
16h00 Dr. Roberto Oenning (infectologista): “Panorama do HIV/AIDS entre a População Trans no Brasil e Perspectiva da Prevenção Combinada: Avanços e Desafios”.
16h40 João Macedo (apóstolo da Igreja Acolhidos por Cristo): “Diversidade e Religião”.
17h20 Exibição do documentário “Trans Formar”.
18h00 Encerramento.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas