Canal Içara

Canal Içara

10 de agosto de 2020 - 23:17
Cotidiano »
Simone Cândido: precisamos exercitar nossa empatia
01/08/2020 às 08:59 | Simone Luiz Cândido
Em vários momentos de nossas vidas nos deparamos com situações vividas por outras pessoas, as quais muitas delas jamais experimentamos. São elas perdas de pessoas queridas, mães pais, irmãos, filhos. Não podemos dimensionar o tamanho de cada dor vivida por essas pessoas. Mas podemos ter empatia, tentar compreender o que sentem. Não podendo medir as dores dos outros podemos nos solidarizamos com os outros tentando assim amenizarmos esse sentimento de dor alheia.

“Empatia significa a capacidade psicológica para sentir o que sentiria outra pessoa caso estivesse na mesma situação vivenciada por ela. Consiste em tentar compreender sentimentos e emoções, procurando experimentar de forma objetiva e racional o que sente outro indivíduo." (Fonte : site Significados)

Alguns se encontram com algum tipo de doença física podemos perceber pela perda dos cabelos e sobrancelhas, não devemos olhar com olhar de quem os acha "estranhos" e sim com olhar de amor por aqueles que estão lutando pela vida.

Algumas doenças são invisíveis, as dores da fibromialgia, da depressão, das tendinites, da asma que em muitos dias impedem de realizar atividades simples. Perdemos o ânimo a vontade de viver. Em outros dias tiramos forças de onde não temos e seguimos fazendo nossas atividades.

O que muitos não sabem é que depois disso quando a noite chega às dores aumentam. O corpo lateja, cansado de atividades que outras pessoas realizam com tanta facilidade.

Em vez de julgamentos devemos ter empatia, muitos acham que é preguiça, um dia fazem tudo já em outro não tem forças para nada.

Esse ano em que estamos vivendo uma pandemia jamais imaginada por nós, temos visto muitas situações difíceis, perdas de pessoas queridas, outras testaram positivo para o Coronavírus seguimos aflitos sem sabermos ao certo como devemos proceder.

O fato é que muitos estão ainda mais depressivos, se para alguns esse tempo não lhes causa medo nem pavor para outros é motivo de piora em sua saúde. Nessa hora entra nossa empatia pelos outros que tanto estão sofrendo com tudo que estamos vivenciando.

Quando não sabemos como é a dor do outro podemos ter respeito, amor ao próximo quem sente sabe como é viver com suas dores invisíveis, não custa nada deixar de si e olhar com amor para nosso próximo. Empatia é ter outro olhar para as dores alheias. Sabendo ou não como são suas dores termos compaixão para com os outros.
Simone Luiz Cândido é voluntária na causa adoção de crianças e adolescentes; já participou de três antologias com suas crônicas, além disso, ama escrever reflexões sobre a vida cotidiana, eternidade, amor e convivência.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias