Canal Içara

Canal Içara

20 de setembro de 2021 - 02:53
Economia » Campanha salarial da Saúde [2014]
Assembleia pode deliberar greve no HSD
14/11/2014 às 15:12 | com informações das assessorias
A proposta do Hospital São Donato de Içara para o acordo coletivo com os trabalhadores deve ser rejeitada pelos cerca de 200 colaboradores no próximo dia 17. E se não houver novos avanços, o indicativo é de greve. Até agora a fundação filantrópica sinalizou 40% de insalubridade para o setor higienização, o INPC de 5,59% parcelado em três vezes a partir de janeiro, além do Piso Regional que será aprovado pelo Governo do Estado em janeiro. A assembleia acontecerá na instituição a partir das 13h.

“Não podemos cumprir no momento algumas reivindicações dos trabalhadores já que ainda não tivemos a nossa a contratualização com o Sistema Único de Saúde revista. Não podemos ser irresponsáveis em comprometer ainda mais a nossa situação financeira. Não podemos oferecer o que não temos para pagar. Estamos abertos ao sindicato. A greve somente vai prejudicar ambos”, contrapõe em nota à imprensa o diretor-administrativo do HSD, Júlio César De Luca.

“Sem avanços não temos como aceitar”, pondera o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos em Saúde da região, Cleber Ricardo Cândido. Nos outros 12 hospitais menores da região de Criciúma e vale do Araranguá, as assembleias serão nos dias 17 e 18. Nas instituições de maior porte também há impasse ainda nas negociações. É o caso do São José, São João, Unimed e Regional de Araranguá. A data-base é 1 de novembro.

A oferta apresentada nos maiores hospitais foi rejeitada nesta última quinta-feira. Entre as reivindicações está o reajuste pago a partir de novembro e com o fim do banco de horas. No entanto, a oferta é de piso de R$ 1.040 com o repasse em março de 8,5% para quem recebe até R$ 1500, de 8% até R$ 3000 e de 7,5% acima deste valor. O sindicato patronal ofereceu também mais 40% de insalubridade para a higienização, piso de R$ 1.500 aos técnicos de enfermagem a partir de março e antecipação do o qüinqüênio de 2% aos trabalhadores com dois anos de serviço.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias