Canal Içara

Canal Içara

22 de setembro de 2019 - 13:20
Economia » Estação Trabalho
Estação Trabalho deverá criar autonomia
02/05/2014 às 09:40 | Especial do Jornal Gazeta
A Estação Trabalho está confirmada em Içara. Restam agora as questões burocráticas para que a proposta seja colocada em prática e instalada onde antes era a caixa de carvão, no Centro da cidade. O projeto tem por objetivo facilitar o acesso da população aos serviços públicos, gerar renda e trabalho. Irá funcionar como um espaço integrado com serviços ao trabalhador, estrutura para entretenimento e comercialização de produtos regionais.

“Vale dizer que esse é um projeto do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Içara irá sediar a primeira unidade de Santa Catarina. O objetivo da Administração é, além de oferecer oportunidades aos microempreendedores, centralizar os serviços oferecidos ao trabalhador em um único espaço. Ou seja, se precisar dos serviços do Sine, é só procurar a Estação Trabalho, para capacitação profissional também, emissão de Carteira de Trabalho idem. Vamos agregar tudo em um só local, facilitar o nosso serviço e também a vida dos trabalhadores”, ressaltou a secretária de Assistência Social, Trabalho e Renda, Juci Fernandes.

O projeto desenvolvido pelo MTE estabelece que cada município que irá instalar a Estação Trabalho escolha entre três diferentes modelos. Içara optou pelo Tipo 1, que é de uma área de 1.380m². “Ainda não sabemos quanto custará, mas a Administração cedeu o terreno. Agora estamos aguardando que a Caixa Econômica aprove o projeto para que possamos partir para essas novas questões burocráticas”, afirma.

“A população local poderá dar entrada no seguro desemprego, intermediar mão de obra para prestação de serviços, participar de cursos de qualificação social e profissional, realizar eventos culturais e turísticos, ter acesso ao microcrédito e adquirir produtos do comércio local”, aponta Juci. Na Estação Trabalho também acontecerá incubação de empresas. Cabe à Prefeitura Municipal fazer a seleção desses empreendedores através de alguns critérios estabelecidos pelo próprio MTE.

“A prefeitura deverá arcar com os custos de funcionamento da Estação durante um prazo mínimo de seis meses ou até que o empreendimento se torne autossuficiente. A intenção é, também, que depois de um certo período, a responsabilidade pela Estação Trabalho seja dos próprios empresários. A Prefeitura continuará auxiliando, mas queremos que se crie autonomia”, comenta a secretária.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas