Canal Içara

Canal Içara

21 de setembro de 2020 - 13:07
Economia »
Fechamento acentua crise na fumicultura
23/04/2015 às 09:19 | Especial de Gabriel Bosa, do Jornal da Manhã
Gabriel Bosa [Jornal da Manhã]
O encerramento das atividades da Philip Morris Brasil em Araranguá terá impacto direto em mais de 1,3 mil produtores de fumo da região, principalmente, em Içara. A medida é uma consequência da redução da demanda pelo produto e também do comércio ilegal de cigarros contrabandeados. Conforme manifestado pela empresa, os contratos vigentes serão mantidos até o final da safra.

"Os que estão mais estruturados poderão migrar para outras empresas. Já para os menores essa será a hora de parar", coloca o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Içara, Hercílio Jair D´Estéfani. "O produtor se sente muito inseguro. Hoje a plantação de fumo é uma atividade muito perseguida. O município não dá mais incentivo. Então o que não for produzido aqui será transferido para outras regiões", saliente.

Içara já foi o maior produtor de fumo de Santa Catarina com mais de 14 toneladas. Mas desde 2008 o volume caiu pela metade. "Hoje estamos produzindo sete. No próximo serão seis. E por ai vai", complementa. "Esse ano foi pago até R$ 2 a menos que no anterior. Então se foram produzidos sete toneladas, o município deixou de arrecadar R$ 14 milhões em relação a última safra", calcula.

+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias