Canal Içara

 
26 de setembro de 2022 - 03:01
#Cotidiano #Economia #Política #Segurança #Esportes +Leitor-repórter +Guia Içara
Economia » Trabalho & Emprego
Içara perde 38 empregos formais em janeiro
Este é o segundo mês seguido de redução no estoque de vagas formais
10/03/2022 às 13:45 | Andreia Limas - andreia.limas@canalicara.com
O Ministério do Trabalho e Previdência divulgou nesta quinta-feira, dia 10, os dados referentes a janeiro do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged). Os números mostram que Içara perdeu 38 empregos formais no período, registrando 1.150 contratações e 1.188 demissões durante o mês.

O maior número de baixas ocorreu na indústria, que fechou 51 postos de trabalho com carteira assinada no primeiro mês do ano. No comércio, foram outras 45 vagas a menos. Já o setor de serviços teve saldo positivo, com 33 admissões a mais que desligamentos. Na construção, foram gerados 19 novos empregos e na agropecuária, mais seis.

Com isso, Içara possui um estoque de 19.707 empregos formais, sendo 9.013 na indústria, 5.082 no comércio, 4.511 no setor de serviços, 968 na construção e 133 na agropecuária.

Na Região Carbonífera, também registraram saldo negativo em janeiro os municípios de Lauro Müller (-13), Cocal do Sul (-16), Urussanga (-34) e Siderópolis (-78). Já Criciúma (com 326 vagas), Nova Veneza (63), Orleans (63), Forquilhinha (60), Morro da Fumaça (42), Treviso (19) e Balneário Rincão (17) contribuíram para que a região terminasse janeiro com 411 contratações a mais que demissões.
Participe também com seus comentários

 COBERTURAS ESPECIAIS
últimas notícias

Conheça as marcas que potencializam o crescimento da cidade
Coberturas especiais
Regional da Larm 2022 - Série B