Canal Içara

Canal Içara

16 de fevereiro de 2019 - 05:23
Economia » TransGas
TransGas estuda Poço Três e Poço Oito
11/09/2014 às 18:17 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
A próxima visita do presidente Adam Victor a Içara poderá ocorrer com a aquisição da reserva de carvão confirmada. Conforme o representante da TransGas no Brasil, Alexandre Fernandes, a negociação já está adiantada para a exploração do carvão no setor Sul da cidade, onde a concessão pertence a Carbonífera Nova Próspera. "Depois desta etapa vamos procurar um lugar para as instalações, além de dar entrada aos processos de licenciamento. A melhor alternativa é que a empresa seja próxima da boca da mina. Mas não necessita que seja no mesmo local", coloca.

“A TransGas tem interesse em aproveitar o rejeito do carvão depositado no Poço Oito. Por isso pode se instalar na comunidade. Outra opção seria em Poço Três para não necessitar que um braço da linha férrea passe pela BR-101”, coloca o prefeito Murialdo Canto Gastaldon. Independente da escolha, será preciso planejamento para evitar a aproximação urbana e o consequente impacto de vizinhança. Somente na construção da fábrica de fertilizantes a perspectiva é que sejam contratadas 5 mil pessoas.

“Pedi que a opção por Içara fosse oficializado por escrito. A partir desta comunicação, vamos receber o Adam depois do primeiro turno eleitoral. E nestas reuniões que ele realizará com entidades, gestores e o Movimento Içarense pela Vida, vamos definir o grupo que visitará as cidades no exterior que já possuem o gaseificador para avaliar os impactos. Após isso a cidade irá se manifestar. O que temos até agora é somente a posição da empresa”, coloca o prefeito.

Devido a perspectiva inicial de instalação no setor norte da cidade, a Prefeitura Municipal chegou a conversar com integrantes do Comitê Gestor da Bacia do Rio Urussanga. “Todos os posicionamentos são tomados em assembleia. Antes disso a discussão passa também pela Câmara Técnica. Como não houve ainda apresentação de um projeto com estudo de impacto ambiental, não podemos nos manifestar”, coloca o presidente do Comitê Gestor da Bacia do Rio Urussanga, José Carlos Virtuoso. A perspectiva é que esta consulta seja levada agora ao Comitê do Rio Araranguá.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas