Canal Içara

Canal Içara

23 de setembro de 2018 - 18:58
Esportes »
Alerta vermelho ligado! Só falta o elenco perceber
12/03/2018 às 01:53 | Erik Borges - erik.borges@canalicara.com
Fernando Ribeiro [Criciúma EC]
Ao que parece, os jogadores não temem ao rebaixamento. E isso preocupa. Aparentemente os jogadores estão acomodados e confortáveis nessa situação vergonhosa. O Tigre é apenas um coadjuvante no Campeonato Catarinense, conta com possibilidade de rebaixamento e a equipe parece não se preocupar com isso.

Sabe aquele time acomodado? Aquele jogo em que o tempo passa, o jogo acaba e você continua a esperar aquela jogada efetiva do time? Esse é o Criciúma. O elenco está acomodado com a mediocridade, em fazer o feijão com arroz, em jogar de qualquer jeito. O Tigre está poupando esforços para escapar da situação desconfortável na qual se encontra.

É preciso ter medo de cair. Isso é fundamental para que a equipe tenha real consciência do que precisa ser feito para reverter essa situação. É ingenuidade acreditar que o clube sairá dessa situação ao natural. É imprudente achar que o Tigre fará os pontos necessários para escapar da degola com tranquilidade, de qualquer jeito.

O alerta vermelho está ligado! Só falta o elenco perceber isso. O momento é grave e merece total atenção de todos os envolvidos no futebol do clube. É preciso colocar na cabeça desses atletas que ao entrarem em campo eles precisam se doar 100%.

Qualidade técnica e organização tática não é o forte do grupo, mas é preciso compensar isso com muito esforço. Um jogo é composto por 90 minutos. É necessário que se aproveite cada segundo de partida na obtenção da vitória.

Mas no jogo contra o Atlético Tubarão, neste domingo, dia 11, no Estádio Heriberto Hülse, diante de 5 mil torcedores, o Tigre decepcionou. Não perdeu, mas empatou. Dos dois pênaltis favoráveis, converteu apenas um e nada mais. Cedeu o empate e não soube “agredir” ofensivamente o adversário de forma efetiva.

Em algumas chances criadas, o ataque não conseguiu lidar com a defesa adversária e não conseguiu se organizar ofensivamente para balançar as redes. Já o Atlético Tubarão balançou a trave em duas oportunidades, quase reverteu o placar na segunda etapa e não sofreu para somar um ponto em território criciumense.

Restam cinco jogos e o Criciúma tem dois pontos a mais do que o primeiro integrante do Z4. Não há mais margem para desperdício de pontos. Cada jogo será de suma importância para evitar que o Tigre caia para a segunda divisão do estadual.
*Erik Borges Vieira é jornalista e torcedor do Criciúma Esporte Clube
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas