Canal Içara

Canal Içara

12 de agosto de 2020 - 03:22
Esportes »
Praião: Vila Nova é bicampeão
07/03/2010 às 14:45 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
O jejum do Vila Nova teve fim no início da tarde deste domingo, dia 7. Na final do Praião, na orla do Balneário Rincão, o time venceu o Praia nos pênaltis numa das partidas mais equilibradas do campeonato. No tempo normal e na prorrogação, o duelo entre times içarenses acabou empatado. A Taça Eldorado/JM/Criciúma Construções foi definida então nos pênaltis. E, já na quarta rodada das cobranças, o título foi consagrado: o Vila Nova é bicampeão.

Conteúdo relacionado:
» Acompanhe o especial sobre os Campeonatos de Verão 2009/2010
» Tabelas: Praião (Série A) - Praião (Série B) - Coroa Bom de Bola
» Conferir galeria de imagens dos campeonatos!


No primeiro tempo, Leandro iniciou a contagem para o Vila Nova aos 15min. Já aos 21, Filipe Cardoso empatou. E ainda antes do intervalo, André Motta lançou a bola direto para o fundo da rede em favor dos rinconenses: 2 a 1. Na continuação, Filipe igualou tudo. Ele chutou e acertou a bola no canto esquerdo do goleiro Júnior. Isto aos 15min. Em seguida, Boquinha cobrou falta. Guilherme cabeceou. E, devolveu a vantagem para o Praia.

Já no minuto final dos acréscimos, o árbitro Almir Bortolotto marcou falta na área do Praia. A torcida não gostou e invadiu o campo. Para controlar a confusão, a Polícia Militar entrou na arena. E, saiu de lá apenas após os ânimos serem acalmados pelo Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT). Com segurança reforçada, Almir saiu da casamata para o jogo. Na cobrança do pênalti, Figueroa acertou o lance e levou a decisão para a prorrogação.

No tempo extra, Boquinha marcou para o Praia, aos 3min. E, Everaldo fez para o Vila, aos 6min. O confronto foi então para os pênaltis. Na primeira rodada, André Colombo marcou para o Vila Nova e Richard, para o Praia. Na segunda tentativa, Maurício também balançou a rede. Mas, França não fez o mesmo para os donos da casa. Na terceira cobrança, Everaldo acertou. E, Nego descontou: 3 a 2. Na penúltima tentativa dentre as cinco chances que eram de direito, o Vila foi absoluto. Com Leandro, marcou o quarto gol. Já Boquinha, do Praia, não conseguiu. Por isso, a quinta rodada nem foi preciso: 4 a 2.
+ Esportes
Participe também com seus comentários

últimas notícias