Canal Içara

Canal Içara

12 de agosto de 2020 - 00:35
Economia »
Conselho apresenta diferença de R$ 2,8 mi
29/10/2012 às 15:11 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Outra perspectiva para as contas da Cooperaliança foi apresentada pelo Conselho Fiscal da distribuidora de energia nesta segunda-feira, dia 29. O cálculo revela R$ 2,8 milhões de diferença entre o que foi pago e o que foi recebido até setembro e uma dívida total de R$ 23 milhões. Nesse total há juros diários de quase R$ 7 mil. "Queremos apenas que a sociedade consiga ver os números da Cooperaliança. Isto não é uma empresa privada", coloca o presidente Márcio Toretti.

Conteúdo relacionado:
26/10/2012 » Cooperativa apresenta lucro de R$ 558 mil


“Identificamos algumas situações que nos preocupam”, coloca o secretário Giovani Martins. A lista de itens é incrementada por constantes atrasos com juros e multas à Celesc, captação de R$ 5 milhões em empréstimos em nove meses, aumento do valor da subestação de R$ 11 milhões para R$ 15 milhões, além da gravação e posterior descarte da gravação da assembleia. “Comunicados isto à Aneel e mandamos ofício à cooperativa para esclarecimentos”, amplia.

“Não adianta virmos aqui e dizer que a cooperativa tem lucro de R$ 500 mil e ter uma dívida como esta. Não concordamos com esse lucro anunciado. Existe uma empresa que está com três faturas atrasadas. E isto deve ser contabilizado como despesa. Que a cooperativa dá lucro, a gente sabe. Mas tem que saber gerenciar. Se está rendendo, porque captar empréstimos?”, acrescenta.

“Dos números que apresentamos hoje não temos duvida nenhum. Estamos comunicando todas as entidades e empresas envolvidas direta ou indiretamente pela Cooperaliança para alertar e mostrar o nosso trabalho”, acrescenta. “Estamos aqui para fiscalizar. Estamos fazendo o nosso papel ao divulgar ao associado. Estudamos a possibilidade de uma assembleia para discutir qual a origem desta divida e dos problemas que vem acontecendo. Pode ser definido também por uma auditoria”, coloca. A possibilidade de assembleia será definida em uma reunião do conselho nesta terça-feira, dia 30. “Não sou eu que decido. Sou o último a votar. Mas se tiver uma assembleia, será ainda neste ano”, fecha Márcio.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias