Canal Içara


24 de junho de 2017 - 04:04
Cotidiano »
Içara e Rincão amanhecem de luto
23/01/2012 às 08:15 - atualizada às 16h17 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Içarenses e rinconenses começam a semana de luto. Afinal, dias depois de carinho e amizade serem demonstrados em uma campanha para doação de sangue, Deobaldo Donato Pacheco faleceu nesta segunda-feira, dia 23. A despedida ocorreu no Hospital São José, em Criciúma. Rinconense, o ex-prefeito estava com 58 anos e lutava contra o câncer que havia se alastrado por diferentes órgãos desde 2009.

Conteúdo relacionado:
10/01/2012 » Corrente busca doadores de sangue
28/11/2010 » Bado Pacheco aposta em duas candidaturas


Durante os quase dois anos que enfrentou a doença, Bado se agarrou no apoio das pessoas mais próximas e na fé. Considerava lucro cada dia que ainda recebia diversos atos de afeto. O temor que tinha era o avanço do câncer para órgãos vitais. Ele deixa duas filhas e a esposa.

Bado se elegeu em Içara em 1996. Na época, obteve 2,8 mil votos de diferença. Ocupou também a Secretária de Desenvolvimento Regional, Gerência Regional da Casan, presidência da Amrec em 1999 e se tornou membro ativo do Lions Club Içara/Balneário Rincão. Era um dos organizadores da Festa da Tainha.

“Ficam em minha memória sua serenidade e persistência. Também a alegria ao ver as conquistas para Içara e para o Balneário Rincão, locais por qual tinha muito apreço. Trabalhando juntos conseguimos o Acesso Sul do Balneário Rincão, a construção do único ginásio de esportes da praia e a reforma da Escola Estadual Melchíades Bonifácio Espíndola”, recorda o atual secretário de Estado da Articulação Nacional, Acélio Casagrande.

Já mais atualmente, ele atuava de conselheiro do PMDB. Chegou a ser anunciado pelo partido como um dos responsáveis pela articulação política para 2012. Até 2010, cogitava a disputa para prefeito também no Rincão. Defendia consenso, mas, achava a ideia utópica. "O Bado era a história viva do Rincão. Teve um envolvimento comunitário muito forte. Aos 50 anos, Içara perde um grande líder", avalia o prefeito Gentil Da Luz.

“Para o partido, ele era uma referência. Tratava-se de uma pessoa que orientava a todos. Em caso de dúvida, era sempre consultado. Era meu irmão. Foi o nosso maior representante. Como pessoa, sempre foi muito prestativo. Para a sigla e para Içara é uma perda muito grande”, manifesta o presidente do PMDB de Içara, Sandro Serafim.
+ Cotidiano
Participe também com seus comentários

últimas notícias