Canal Içara

Canal Içara

25 de novembro de 2020 - 14:57
Política »
Demissão na Afasi se torna déjà vu
02/06/2009 às 14:01 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
A “Operação Tartaruga” dos vereadores progressistas foi respondida pela bancada governista com lembranças do passado. Na sessão de segunda-feira, dia 1º, o presidente da Câmara de Vereadores, Acirton Costa, assumiu a tribuna para discursar sobre a situação de outros servidores que ainda não receberam as rescisões. As demissões ocorreram também na troca de mandato. Porém, quando o PMDB deixou o poder para a posse do PP no ano de 2000.

Acesse:
» Somente um projeto tem votação final
» Apitaço por falta de pagamento
» "Operação Tartaruga" atrasará projetos
» Ex-servidores desaprovam desconto

"Tem tantos funcionários que também foram demitidos na época do prefeito Júlio Cechinel. Não tiveram pena, nem dó. Demitiram 150 funcionários que passaram por concurso público”, ressaltou Acirton. “Não é justo o que fizeram na época com os 153. Como não é justo agora também fazer com os 187 demitidos”, completou. Ainda no horário político, ele disparou: "Essa vida é uma roda. Ela gira. Hoje você está em cima. Amanhã está em baixo".

Para o líder do governo, Toninho de Melo, o que mais estranha no movimento dos ex-Afasi é a falta de um entendimento entre as lideranças. “Nunca fui convidado, embora esteja querendo ajudar”, disse ele ao comentar sobre as reuniões dos ex-trabalhadores da entidade. “Nós estamos com vocês”, afirmou. Porém, se posicionou contra a lentidão no Legislativo. “Não adianta mais trancar a pauta. Vamos trabalhar!”, finalizou.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias