Canal Içara

Canal Içara

25 de novembro de 2020 - 14:28
Política »
Dez assistentes para nove vereadores
03/07/2009 às 13:58 | Lucas Lemos e Kelley Alves
Fato que chamou a atenção da população ocorreu na última terça-feira, dia 1°, quando o vereador Geraldo Baldissera (PDT), em entrevista à rádio Cidadania 104, 9 FM, garantiu que o partido não dispunha de assessor parlamentar na Câmara Municipal. Contudo, o presidente da casa, Acirton Costa (PMDB), fez a contratação de 10 pessoas para ocupar os cargos disponíveis. Ou seja, um dos vereadores estaria com dois auxiliares em exercício. Cada um recebe cinco pisos, o que corresponde ao valor exato de R$ 2.283,90.

Acesse:
» Câmara aprova criação de novos cargos

Muitas são as especulações sobre o assunto. Corre nos bastidores, por exemplo, que dois contratados foram de indicação de um mesmo vereador. Sobre isso, Acirton nega a informação e afirma apenas que as contratações são de responsabilidade da presidência da Câmara, independente dos vereadores. “A indicação de Ademir Francisco foi feita por mim”, completa ele sobre o nome que estaria sobrando em relação aos legisladores eleitos. Durante a semana, Ademir teria sido anunciado como subordinado de Darlan Carpes (PP). Mas, segundo Acirton, somente Danúbio Vieira será assistente do progressista.

Questionado sobre a função do décimo assistente, o presidente afirma que essa é uma questão que será definida por ele nos próximos dias. “No projeto está definido a contratação de 10 Assistentes Parlamentares para a Câmara, e não para os vereadores. O Ademir ficará a disposição da Câmara, haja vista que o PDT não terá, de forma alguma, um Assistentes Parlamentar, pelo menos até que eles voltem às rádios para divulgar a necessidade deste profissional”, garantiu.

“Não vou voltar atrás. Este é um posicionamento do partido”, pontuou Geraldo Baldissera. Ele atualmente é vereador pelo PDT. Mas, quando o projeto sobre as contratações foi aprovado, a sigla era representada por Diego Vittorassi, que está no comando da Secretaria de Planejamento. Na época, o PDT já havia se pronunciado contra, pois considerava a proposta legal do ponto de vista jurídico, mas não moral, principalmente por causa das dificuldades financeiras anunciadas pela Prefeitura na época.


A DATA DAS CONTRATAÇÕES, OS VEREADORES E OS ASSISTENTES:

01/04 - chefe de gabinete - Jucemar de Souza Fernandes
01/04 - Itamar da Silva (PP) - Sadi Osvaldo Januário
01/04 - Joacir Domingos Pereira (PP) - Paulo Silveira
01/04 - Osmar Manoel dos Santos (PP) - Francisco Hortêncio Motta
04/05 - Antônio de Mello (PMDB) - Osmar Silvestre
04/05 - Acirton Costa (PMDB) - Ronei Agenor da Silva
04/05 - Darlan Bitencourt Carpes (PP) - Danúbio Vieira
05/05 - André Mazzuchello Jucoski (PSDB) - Adêmio João Pavei
02/06 - sem uma função definida - Ademir Francisco
15/06 - Jurê Carlos Bortolon (PMDB) - Edmilson Borges
15/06 - Neuzi Berto Silveira (DEM) - Valdelir Da Rolt
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias