Canal Içara

Canal Içara

14 de dezembro de 2019 - 13:37
Política » Eleições Comunitárias
Eleição comunitária é levada ao Judiciário
17/11/2015 às 10:30 - atualizada às 22h09 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
A liminar ingressada por Silézia Pizzetti Augustinho com a intenção de anular a eleição no bairro Jardim Silvana não foi concedida por ter disso protocolada no mesmo dia do pleito. Nem mesmo a decisão do mérito ocorreu. Desde o último dia 12 transcorre então um novo processo para que ocorra uma nova eleição. "Queremos ter a oportunidade de disputar", coloca. O assunto pautou uma entrevista coletiva convocada na sede da União das Associações Comunitárias de Içara na manhã desta terça-feira, dia 17.

"A partir dos estatutos foram vistas irregularidades. O edital, por exemplo, estava fora do estatuto da Uaci e da própria associação ao exigir a homologação direta com o presidente. Não havia também fiscalização, nem sigilo no voto, tampouco eram requisitados os documentos pessoais. Esperamos que o juiz analise todos os indícios e dê a oportunidade de escolha para a comunidade", coloca. Outra reclamação é quanto a interferência policial, segundo a direção da Uaci, já oficializada na Guarnição Especial de Içara.

"Tivemos duas chapas registradas na Uaci. Fizemos as cédulas e transcorremos como em qualquer eleição. Mas fomos impedidos de entrar. A eleição era para iniciar as 17h, todavia ocorreu somente após às 19h com o uso de uma caixa de papelão já lacrada como urna. Não dá para saber se já tinha votos dentro antes da eleição iniciar", acrescenta a presidente da entidade, Silvia Mendes. Devido a agressões, o caso foi registrado na delegacia tanto pela diretoria da Uaci quanto integrantes da associação comunitária.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas