Canal Içara

Canal Içara

28 de setembro de 2021 - 13:29
Política » Extinção da Afasi
Terezinha Valvassori não vai dar baixa nas CTPS
02/02/2009 às 08:24 | Lucas Lemos / Assessoria Grupo Jorge Zanatta
"O salário de dezembro será pago até o dia 20 de fevereiro", garantiu na manhã desta segunda-feira, dia 2, a presidente do Sindicado dos Servidores Públicos de Içara (Sindiserpi), Edna Benedetti. Esta afirmação é em relação aos ex-servidores da Afasi, que neste momento estão reunidos na Cooperaliança, no Centro de Içara. Em debate está o pagamento do salário referente a dezembro. "O mês de janeiro vai ser discutido na justiça", completou ela.

Acesse:
» Primeira dama renuncia Afasi
» Servidores ficam sem pagamento

No enrolar das negociações, já foram realizadas duas reuniões com o Ministério Público do Trabalho. A última foi na sexta-feira, dia 30, com a comissão dos ex-servidores. Mas, nem a procuradoria se propôs a pagar e nem a antiga presidente da Afasi, Terezinha Casagrande, aceitou dar baixa nas carteiras de trabalho. Por isso, no próximo dia 26, um novo encontro foi marcado. O objetivo será formar uma diretoria para oficializar as demissões. E os futuros gestores da Afasi não responderão por mais nada além das exonerações.

Em relação ao FGTS e ao seguro desemprego, ainda não há nenhuma definição. A questão será alvo de questionamentos judiciais. Mas, cada servidor deverá fazer isso individualmente. Caso contrário, a dívida trabalhista será contabilizada como precatório por causa do montante total. Sendo assim, demoraria mais para a quitação do débito.


SENALBA É CORTADO DAS NEGOCIAÇÕES

Desde a última semana, um novo sindicado surgiu na briga dos servidores da Afasi com o Município. Trata-se do Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional (Senalba), que é o representante oficial da categoria. No encontro realizado na Cooperaliança, a entidade convocou uma reunião para quarta-feira. Mas, os servidores já manifestaram que não participarão.
+ Política
Participe também com seus comentários

últimas notícias