Canal Içara

Canal Içara

26 de agosto de 2019 - 02:41
Política » Via Rápida em obra
Via Rápida: Celesc prepara licitação da iluminação e Deinfra oferece maquinário para limpeza
05/06/2019 às 15:54 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Lucas Lemos [Canal Içara]
A iluminação da Rodovia Aristides Bolan (SC-446) está prevista para iniciar em 2020. A Celesc deve reunir técnicos das cooperativas que atendem Içara e Criciúma já na próxima semana. E, se não houver pendências na realização da obra na Via Rápida pela Celesc, o edital será lançado até o início de setembro. A partir disso, serão mais 120 dias para a concorrência e 12 meses para a execução. Os prazos foram apresentados em reunião na Câmara Municipal de Içara em conjunto com o Legislativo de Criciúma e Balneário Rincão nesta quarta-feira, dia 5.

Recursos: O protocolo de intenções entre o Estado e a Celesc foi assinado em maio de 2018 com validade de 36 meses para a realização da obra de iluminação pública através dos créditos de ICMS. Por regulamentação da Agência Nacional de Energia Elétrica, o projeto deve ser submetido às concessionárias para avaliar a possibilidade de ligação nas redes.
Conforme o presidente da Câmara Municipal de Içara, Rodrigues Mendes (MDB), na próxima semana o Poder Legislativo também promoverá uma reunião com as cooperativas para antecipar eventuais empecilhos e encaminhar soluções. “Foi uma reunião muito positiva, pois já saímos também com uma possibilidade de limpeza paliativa”, completa. “Vamos fazer a manutenção dos maquinários e os vereadores vão buscar nas prefeituras o apoio para a cessão do operador para a roçada”, indica o superintendente do Departamento de Infraestrutura, Gustavo Daufenbach.

A roçada prevista em contrato já foi realizada. O trabalho contínuo, por parte do Estado, depende agora da estadualização. Devido às desapropriações, dois processos estão judicializados e outros dois com o pagamento ainda não concluído. Somente após rompida essa etapa< principalmente em Içara, será possível passar a SC-446 para a jurisdição do Deinfra. Conforme Gustavo, na tentativa de antecipar o órgão trabalha atualmente com a possibilidade da expedição do termo de entrega parcial.
Participe também com seus comentários

últimas notícias
notícias mais lidas