Canal Içara

Canal Içara

26 de outubro de 2020 - 23:49
Segurança »
Caso de 2002 vai à julgamento na quinta
24/03/2009 às 16:44 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Alexandre Oliveira Alves e Gilmar Fernandes pretendiam arrecadar dinheiro. Por isso, em 22 de dezembro de 2002, organizaram uma festa na comunidade de Sanga Funda. Mas, o evento que resultaria na realização de algumas metas acabou em tragédia. E por isso, Alexandre não pôde ir para os Estados Unidos.

O acusado por ter esfaqueado seis pessoas no evento está livre. Porém, na próxima quinta-feira, dia 26, outro destino poderá ser sentenciado. O.J.M. vai à julgamento à partir das 9h, no Fórum de Içara. Na época com 19 anos, Alexandre não resistiu aos ferimentos e morreu. Nas últimas palavras que conseguiu pronunciar, relatou: "Me furaram". Depois, desmaiou.

Por causa da confusão, Marcelo De Melo Fernandes e Alessandro Sorato não puderam passar o Natal com a família. Os dois ficaram internados no hospital até o dia 28 de dezembro. "O mais triste é trocar de roupa e ver o corpo cheio de cicatrizes", explica Marcelo, que teve o intestino, o pulmão, o abdômen e a perna atingida. Os ferimentos foram reparados apenas segundos depois da lâmina ter lhe atingido.

Gilmar Fernandes, que também estava na organização da festa, não poderá assistir ao julgamento. Isto porque 15 dias antes de ser intimado para depôr, a Justiça foi avisada que ele faleceu. Já um dos apontados pelas vítimas como participante das agressões nem mesmo foi citado no processo.
+ Segurança
Participe também com seus comentários

últimas notícias