Canal Içara

Canal Içara

20 de setembro de 2021 - 02:38
Economia » Jovens Empreendedores
Primeiros passos para ser um empreendedor
20/06/2014 às 17:54 | Lucas Lemos - lucas.lemos@canalicara.com
Para ser um empreendedor é preciso comprometimento, ter persistência, buscar informações, estabelecer metas, correr riscos calculados e tomar decisões. Assim define o manual do Jovem Empreendedor criado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. O documento serve de referência em todo o país para aqueles que buscam desenvolver novas ideias ou aprimorar um modelo através da criação de uma empresa [faça o download].

“Um caminho para gerar ideias de negócios é você olhar para o seu atual patrão ou uma empresa já existente e se perguntar: Eu posso, pelo menos, duplicar o que o meu empregador ou a empresa existente faz atualmente, ou atender a um mercado ainda inexplorado? Existem algumas técnicas estabelecidas, tais como a visualização, brainstorming, análise morfológica e análise de negócios que podem ser usadas para gerar ideias de negócios”, coloca o manual.

O passo seguinte a uma ideia é calcular se a oportunidade é viável ou não através do Plano de Negócios. E na composição deste projeto devem ser levados em consideração os possíveis fornecedores, a experiência que se tem no setor, a demanda do mercado consumidor e o recurso financeiro que será preciso. “É importante que o plano não seja visto como um projeto qualquer e que você não pareça estar desesperado para obter recursos. Espere a resposta de cada instituição antes de passar à seguinte”, destaca o guia.

A dica é também não cair em pecados capitais comuns. Um deles é a falta de atenção às licenças e tributos. O empreendedor precisa ficar igualmente atento para não efetuar a contratação inadequada de funcionários. O preço deve ser estabelecido com base nos custos e demandas. É preciso também atenção ao fluxo de caixa e, além disso, entender de que o dinheiro que está em circulação não é lucro. O planejamento é fundamental, assim como a escolha adequada de um sócio.

Para a escolha de um imóvel adequado é importante analisar a localização, movimento de pessoas, rede elétrica, telefonia, estacionamento, acesso, transporte público e o risco de enchentes. Na Prefeitura deve-se verificar a regularidade e se as atividades a serem desenvolvidas respeitam as leis de zoneamento. Nos órgãos ambientais a consulta deve ser sobre a viabilidade de se estabelecer na localidade. As condições de segurança são determinadas pelo Corpo de Bombeiros. Em alguns casos é preciso também da fiscalização da Vigilância Sanitária.

No Brasil são permitidas sociedades em nome coletivo; Comandita Simples; Comandita por Ações; Anônima e Limitada. É possível também ser um micro empreendedor individual ou um micro empreendedor. Tão importante quanto o tipo de empresa é a escolha do nome e a elaboração da identidade. A inscrição na Junta Comercial assegura o uso exclusivo no mesmo ramo de atividade nos limites do estado. A marca, por vez, deve constar no Instituto Nacional de Propriedade Industrial. Uma sugestão é que se faça uma pesquisa para verificar se há semelhanças com outras empresas.
+ Economia
Participe também com seus comentários

últimas notícias